phone (17) 3621-2468 | (67) 3565-7070 | (17) 3621 2468 | (17) 3621 2468 | 0800-769-2000
email Área do Cliente | email extremejales@extremewi.com.br

NOTÍCIAS


Atualizado em 28/10/2014 às 11:11
Gadget usa movimento do corpo para carregar dispositivos
Carregar o smartphone ou outro dispositivo móvel é um problema para a maioria, ainda mais quando a bateria acaba no meio do dia e não há uma tomada ou outra fonte de alimentação por perto.


Por


      

Aproveitando essa lacuna, uma startup decidiu criar o Ampy, gadget que usa a energia cinética gerada pelo movimento do corpo para carregar aparelhos. Por enquanto, a ideia é somente um projecto e está em fase de arrecadação no Kickstarter, pedindo 100 mil dólares. Até ao momento, somente mais de 220 mil dólares foram arrecadados, com 13 dias restantes.

Com formato quadrado, o Ampy promete três horas de carga para smartphones com 10 mil passos diários, ou então, uma hora de pedalada ou 30 minutos de corrida. Os mesmos tempos de exercício físico ainda prometem 24 horas de carga para um smartwatch e 72 horas para uma pulseira inteligente.

O gadget possui entrada USB e vem com acessórios para prendê-lo, como um clipe e um elástico para colocar o Ampy no braço ou pulso. Por fim, conta ainda com uma aplicação que permite verificar a actividade física e a quantidade de calorias perdidas.

As contribuições para o projecto começam em 1 dólar e vão até 10 mil dólares. Para adquirir o seu próprio Ampy, é preciso desembolsar no mínimo 105 dólares. A entrega do produto está prevista para Junho de 2015.







VEJA TAMBÉM

  • gallery 1
  • Comerciante transforma loja montada em garagem em e-commerce de mais de R$ 1 bilhão

    Netshoes foi a vencedora na categoria Minha História de Sucesso do Prêmio Estadão PME

  • gallery 1
  • Você conhece o Youtube Space?

    O Youtube Space é um espaço que produz conteúdo audiovisual. O primeiro Youtube Space foi inaugurado em 2012 com mais de 6.000 vídeos gravados.

  • gallery 1
  • Qual a melhor frequência do roteador: 2,4 GHz ou 5 GHz?

  • gallery 1
  • Facebook não quer monetizar com o WhatsApp, diz Zuckerberg

    Mark Zuckerberg disse que não tem planos no curto prazo para gerar dinheiro com o serviço








Deixe seu comentário: